Terça-feira, 7 de Agosto de 2007

Passei-me!

9h45m – antes de entrarmos na aula de código.
“_Não falas?!
“_Não, estás de trombas”
“_Tá bem, então não fales!
 
12h – depois da aula de código.
“_Estas a mandar mensagem para quem?”
“_Interessa-te?!
 
(Silêncio)
 
“_Não falas?
“_Não, tu não me dizes o que se passa!”
“_Então pensa um bocadinho, talvez chegues lá.
“_É por causa dela*?”
“_Não, é por tua causa!
“_O que foi que eu fiz?”
“_Pergunta antes o que tu NÃO fizes-te!
 
 
Homens…
Não percebem nada de nada…
És tão inteligente para umas coisas e tão borrinho para outras!
 
Já sei que já falamos!
Já sei que ficou tudo bem!
Mas apetece-me contar o que se passou e não quero que peças desculpa quero apenas que percebas onde “erraste”.
 
Sabes uma coisa? Isto de leres o que escrevo é uma grande chatice (faz-me pensar inúmeras vezes de como devo dizer determinada coisa).
 
Sim, fico incomodada quando estão juntos, não tenho culpa – apenas fico assim porque quando estão juntos parece que eu não existo.
Incomoda-me e muito o facto de sentir que mudas o teu comportamento para comigo quando estas com ela e como quando estas com os teus outros amigos, já te disse… és diferente.
Irrita-me o facto de não me fazeres festinhas na mão quando estou contigo e ela está connosco, fico mais que irritada quando é preciso dar-te um beijinho na cara para que o retribuas como hoje (ontem nem um simples beijinho me deste ao pé dela e não venhas dizer que é por causa de estarmos na escola porque um toque na mão, uma festa no cabelo e um beijinho na bochecha não é nada de mais…)
Será que pensas que sou burra?!
Lá por não tirar 18’s nem 19’s e muito menos 20’s a matemática como tu e lá por ela ter melhores notas que eu, achas que ela sabe sempre tudo?!
Sim, porque quando tens alguma duvida sobre algo perguntas a quem?!
A mim?!
Não, a ela.
Mas como te disse, agora também não quero que passes a perguntar-me, pergunta a ela afinal é ela que parece saber tudo é com ela que discutes e comparas os resultados das respostas dos testes que fazemos no final da aula!
 
Ciúmes?!
Talvez, mas se te colocares no meu lugar talvez não aches que esteja a ser assim tão “coisinha”.
Mas a verdade é uma:
Se não me desse o sono durante as aulas da tarde bem que podias ter a certeza que NUNCA iria às aulas da manhã.
 
Durante o nosso diálogo mais ou menos pacífico disse-te algo do tipo “se calhar é melhor começares a pensar se ela te é mesmo indiferente!” e sim estava mesmo a falar a sério, disseste que me amavas, estas farto de dizer que me amas mais do que alguma vez a amas-te, mas sabes uma coisa?!
A uns aninhos já vi esse filme e lembro-me muito bem onde tudo acabou!
 
 
*Dela – Ex namorada do Diogo (namoraram 4 dias mas ele gostou mesmo muito dela), actual melhor amiga, tratam-se por “manos”.
publicado por Sol de Inverno às 20:56
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De menina imaginária a 7 de Agosto de 2007 às 22:12
q confusa~o !
De Sol de Inverno a 8 de Agosto de 2007 às 08:06
Pois...
De exportado a 7 de Agosto de 2007 às 22:25
Compreendo que te sintas assim, eu de facto não agi bem contigo e prometo mudar.

Quanto a perguntar-lhe as coisas como já te disse só o fiz porque tu ainda não tinhas acabado os testes e não te queria estar a interromper. Escusas de ter o trauma de que ela é melhor do que tu em tudo porque é a ti que eu amo, não a ela.

Mas o mais importante deste post é o que disseste no fim: eu entendo que estejas com medo porque já sofreste muito antes com uma situação parecida mas só te posso voltar a garantir ke ELA É ME INDIFERENTE, somos bons amigos mas nada mais do que isso. é a TI KE EU AMO MUITO!

Desculpa, não sei que mais te possa dizer para te sossegar, apenas prometo que tentarei mudar quando estou com ela.
De Sol de Inverno a 8 de Agosto de 2007 às 19:59
Só queria mesmo que entendesses como me senti!

Beijinhos
AMO-TE MUITO!
De Pankas a 8 de Agosto de 2007 às 17:06
Hummm....
Não sei mesmo o que te dizer acerca disso...

Tenta manter a calma... e quando situações destas acontecerem porquê que não falas logo com ele... assim não andas de trombas, nem mal humorada...

Ter cíume é amar... mas um cíume saudável... não um cíume obssessivo... Cíume obssessivo é quase como uma doença...

A falar é que nós nos entendemos... Falem logo nos assuntos... não deixem as coisas passarem, nem tentem adivinhar o que é que um e outro têm...


Beijinhos
De Sol de Inverno a 8 de Agosto de 2007 às 19:56
Talvez seja um dos meus piores defeitos, ficar à espera que ele entenda o que tenho sem ter de lhe explicar!

Beijinhos
De Someone Else a 8 de Agosto de 2007 às 18:00
curiosidade: como é k acabou o filme de há uns aninhos atrás? lol
De Sol de Inverno a 8 de Agosto de 2007 às 19:55
Até parece que não sabes!

De meusrefugios a 9 de Agosto de 2007 às 02:56
Uma situação complicada quando existe amigos e às vezes nos sentimos à parte. Porque no fundo namorados é mais que amor, é uma relação unida, uma relação também de amizade. E temos que desabafar e contar tudo à nossa cara metade, porque passa a ser o nosso melhor amigo. Mas já está ultrapassado, e é a falar que tudo fica esclarecido ;)
Bjinhos
De Sol de Inverno a 14 de Agosto de 2007 às 22:37
O que interessa é que ele acabou por entender tudo aquilo que eu sentia... e agora sim, sinto que não estou a mais!
Tudo está bem quando acaba bem :D

Beijinhos

Comentar post

>mais sobre mim

>pesquisar

 

>Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

>posts recentes

> É de ficar com os cabelos...

> Pensamento

> Preciso de ti

> Diz-me

> Posso?

> Devagar

> Odeio

> E tu, és feliz?!

> Cromossomas

> Farta

>arquivos

> Julho 2008

> Março 2008

> Janeiro 2008

> Setembro 2007

> Agosto 2007

> Julho 2007

>tags

> todas as tags

>links

blogs SAPO

>subscrever feeds